terça-feira, 22 de setembro de 2009

Amizade

Aos amigos , uma das poucas coisas que me faz agradecer muito a Deus, são os poucos amigos que tenho, amigos de verdade, que estão sempre dispostos a me apoiar quando estou caindo, alguns desses amigos nem sempre nos encontramos mais sei que quando ligar posso contar com eles, um amigo que não preciso dizer que estou passando mal, ele descobre só de ouvi minha voz numa ligação, e se preocupa em me ajudar, a pessoa onde eu não tenha vergonha de mostrar que choro, na vida nos enganamos muito com as pessoas e já vamos chamando de amigos e nem sempre são amigos de verdade, com o passar do tempo as pessoas se mostram como verdadeiramente são. Poucos ficam em nossas vidas. É a seleção natura da vida, então minhas querida e queridos amigos muito obrigado por fazerem parte da minha vida. Perdoem-me pelas grosserias, ansiedade, irritação, por muitas vezes me trancar no meu casulo e lá ficar por dias, semanas. Muito obrigado por respeitarem meus momentos.

Pra quem me conhece de verdade leia essa frase .
Se você não se atrasar demais, posso te esperar por toda minha vida.
Oscar Wilde

Se tivesse acreditado na minha brincadeira de dizer verdades teria ouvido verdades que teimo em dizer brincando, falei muitas vezes como um palhaço mas jamais duvidei da sinceridade da platéia que sorria.
Charles chaplin

O que não provoca minha morte faz com que eu fique mais forte.
Friedrich Nietzsche

Se fiz alguma coisa boa em toda a minha vida, dela me arrependo do fundo do coração.
William Shakespeare

A minha consciência tem milhares de vozes, / E cada voz traz-me milhares de histórias, / E de cada história sou o vilão condenado.
William Shakespeare

Amiga
Deixa-me ser a tua amiga, Amor,
A tua amiga só, já que não queres
Que pelo teu amor seja a melhor,
A mais triste de todas as mulheres.
Que só, de ti, me venha mágoa e dor
O que me importa, a mim?! O que quiseres
É sempre um sonho bom! Seja o que for,
Bendito sejas tu por mo dizeres!
Beija-me as mãos, Amor, devagarinho...
Como se os dois nascessemos irmãos,
Aves cantando, ao sol, no mesmo ninho...
Beija-mas bem!...
Que fantasia louca
Guardar assim, fechados, nestas mãos,
Os beijos que sonhei prà minha boca!...

Florbela Espanca

Nenhum comentário: