terça-feira, 12 de outubro de 2010

PINCELADA MATINAL

PELAS FRESTAS PAULISTANAS
“Dores da alma não têm pátria, mas talvez não haja no Rio de Janeiro, Londres, Paris ou Tóquio outro vitrozinho de quitinete abrindo-se para corredores sombrios como os de São Paulo”
(Trecho da crítica A ciranda amorosa de três jovens tristes, pela crítica teatral Mariângela Alves Lima, sobre a peça Inverno da luz vermelha, um dos três melhores espetáculos teatrais deste ano; os outros dois foram In on it e Eu, simplesmente Clarice Lispector. Publicada no Caderno2 – jornal O Estado de S. Paulo de 24/09/2010

Nenhum comentário: