quinta-feira, 28 de abril de 2011

PINCELADA MATINAL

“Em um mundo pragmático e duro, a literatura se torna o último reduto da fragilidade. Nela, o sujeito ainda pode dizer que falha, que não sabe, que se sente desamparado e perdido. E nem por isso precisa desistir de ser”
(Trecho da entrevista que o escritor piauiense José Castello concedeu ao jornalista Silvio Barsetti do Caderno2, jornal O Estado de S. Paulo – 15/08/2010)

Nenhum comentário: